Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Jogo - LITA LISBOA

Do baralho da vida,
Foste a carta apetecida
Que punha minha alma em fogo...
À minha mão vieste parar...
Não te consegui segurar
Por ter azar ao jogo,
Ou não saber jogar...

E querer jogar,
Eu queria...
Mas bem cedo percebia
Que não iria ganhar.
E havia tantas cartas...
Meu Deus, havia tantas!
Mas nenhuma era a que eu queria,
E desisti de jogar!

EM - FRAGMENTOS DE MIM - LITA LISBOA - TEMAS ORIGINAIS

Sem comentários:

Enviar um comentário