Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Almas - INÊS LOURENÇO


Sempre admirei dos bichos
a magnífica destreza. Mesmo sem
alma, filosofia ou pátria,
defendem os limites
da pele e dos ameaçados territórios
onde se ocultam, no auge vital dos parcos anos.

Sempre admirei o desinteresse
soberano com que as fêmeas assistem
às competições masculinas e como
se mantêm independentes
e mestras na arte da caça
e sustento das crias, sem pensão
de alimentos ou outras demandas.

A sua maior tragédia
é serem tantas vezes criados
para serviço e digestão de bípedes
com alma. pátria e filosofia.

in... Coisas que nunca - INÊS LOURENÇO - &etc

Site da editora aqui

2 comentários:

  1. A saudade caminha no espaço
    ao sabor do vento,
    escrevo sem destino certo
    as linhas da emoção,
    guardadas no coração.

    AMARILIS PAZINI AIRES

    Boa Noite e Feliz Semana!M@ria

    ResponderEliminar
  2. Em Poesia tudo vale, logo que bem estruturado, como se verifica; já não acontece assim na Ciência, perante a sobrevivência dos seres vivos.

    ResponderEliminar