Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Nirvana - ANTERO DE QUENTAL


Para além do Universo luminoso,
Cheio de formas, de rumor, de lida,
De forças, de desejos e de vida,
Abre-se como um vácuo tenebroso.

A onda desse mar tumultuoso
Vem ali expiar, esmaecida...
Numa imobilidade indefinida
Termina ali o ser, inerte, ocioso...

E quando o pensamento, assim absorto,
Emerge a custo desse mundo morto
E torna a olhar as coisas naturais,

À bela luz da vida, ampla, infinita,
Só vê com tedio, em tudo quanto fita,
A ilusão e o vazio universais.

in... Sonetos - ANTERO DE QUENTAL - Ulmeiro

Sie da editora aqui

1 comentário:

  1. Boa escolha Antero de Quental um belíssimo sonetista, que dá przer ler.
    Desejo que se encontre bem.

    abraço da amiga
    natalia

    ResponderEliminar