terça-feira, 28 de dezembro de 2021

(Des)confi(n)ando - GILSA DA ROCHA MAGRI

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto Mulherio das Letras Portugal neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link

Ao sair
meu coração galopava
ansiedade e medo
meus olhos ardiam
pupilas em pânico
luz intensa do sol esquecida
confusão mental
sentia o excesso de sangue
latejar nas têmporas
passado o tempo do trajeto
no destino
meu olhar passeia pelas paredes
encontrando objetos
de beleza na medida
para lembrar festa
então o amor se mostra
sem alarde
aceite e correspondido
com cautela e sabedoria
no encontro de outros olhares
minhas retinas
se acostumam e descansam
no colo para as aflições irmãs
acariciada e embalada
pela música
a memória olhou para o luar
que por ora se apresentava
luz consoladora e branda
casada perfeitamente
com o perfume das flores
adorno para o banquete singelo
ao som mágico das falas e risos
dos anjos que se fizeram presentes
para se juntar aos que residem ali
recebida a bênção
voltei para dentro
de (mim) casa.

EM - MULHERIO DAS LETRAS PORTUGAL (POESIA) - COLECTÃNEA - IN-FINITA

Sem comentários:

Enviar um comentário