Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 27 de maio de 2018

Unicórnio - PATRÍCIA PORTO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA
Saibam da autora neste link
Saibam mais neste link

Tem dia que acordamos com esse unicórnio
atravessando nossa cozinha
um cheiro de café que vem do bule
um cheiro de quem quer
café?!
Tem dia que acordamos assombrados
e levamos o unicórnio na cabeça
para desfilar na praça dos leões
Tem gente que dança assim
será?!
Tem dia que basta sair com o unicórnio
para receber afago
e é só colocar camisa branca
sapato de lista
pra sentir o odor da ilha
Hoje saliências me dominaram a tristeza
Peguei meu unicórnio
Andamos pela cidade, andamos pela aldeia,
conversamos num banquinho
e embarcamos para casa da velha Zuza
Tem pirão?!

EM - CABEÇA DE ANTÍGONA - PATRÍCIA PORTO - EDITORA REFORMATÓRIO

Vai, colibri - JOSÉ ALEXANDRE SARAIVA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link

Conheçam a IN-FINITA neste link


Vruuuu!...
Vai logo, seu colibri
Voa já em disparada
Pega este vento camarada
E vai dizer à Ana Bela
Que sem a luz dela
Tudo é escuro aqui.
Este sol de outubro
Por mais rubro
Não faz orvalho cintilar.
Açoita teu adejar, colibri!

Segue este vasto mar
Vai e diz tudo a ela.


EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

Dia do pai - MANUELA BAPTISTA

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELA AUTORA
Saibam da autora neste link

Não façam deste dia
A todos ou outros
Um dia igual
Não gastem dinheiro
Em prendas com lacinhos
Como é habitual
Mas com muito carinho
Dêem-lhe um beijinho
Um abraço sincero
Bem apertadinho
E se lhes tivessem dado
Fosse o que fosse
Não teria mais agrado
Que este presente tão doce

EM - QUERES SABER? - MANUELA BAPTISTA - EUEDITO

Instante de mim - CÉLIA MOURA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR ADRIANA MAYRINCK

Este infinito que me namora
ao qual vou piscando o olho
qual pirilampo
virá rasgar-me de lés-a-lés
no êxtase e no abandono
de todos os meus despojos.
Certamente aí entenderei
o instante de mim.
Que só o Amor foi (é) verdade
e a dor tal como a miséria humana
não passam de imbecilidades cruéis,
agendas demasiado ocupadas
preces constantes em desalento
ou quem sabe caprichos de uma geração
de tanto esperar, exausta
e de um deus mal disposto!
No último instante
quem sabe de tanto cairmos
não possamos voar?!


EM - VOZES IMPRESSAS - ANTOLOGIA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

Longe ou perto - EDUARDO DINIS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA
Saibam do autor neste link
Saibam do livro neste link
Saibam da editora neste link

Se num poema couber
o quanto os teus olhos possam dizer
tornar-me-ia poeta,
ancorado em ti
fustigado por sóis ardentes
ou ventos contrários
possa ser teu porto de abrigo
longe ou perto
porque o amor escolhe
o gesto
     e
          o momento...

EM - A COR DO TEU CÉU - EDUARDO DINIS - CHIADO BOOKS

sábado, 26 de maio de 2018

Lide - JOÃO SEVIVAS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA
Saibam do autor neste link
Saibam do livro neste link
Conheçam a editora neste link

As pessoas aprendem a lidar com as coisas
Como se fossem touros
De capote ou bandarilhas
Na arena as pessoas aprendem
O nome da lide
O nome das coisas
Que se aprendem nas pessoas
A lidar com as coisas.

EM - SILÊNCIO DA ÁGUA - JOÃO SEVIVAS - CHIADO EDITORA

Vórtex - JORGE SANTOS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link

Conheçam a IN-FINITA neste link


Se de tua boca sai meu nome
em meus ouvidos entram tua voz
se em teus dedos enrolam-se meus cabelos
um dos dois vai ficar a sós
por mais que te ame
existirá continuamente um eu de cada
mesmo que não haja vexame
haverá uma divisão colocada
até quando meu coração alardear
ecoando assim vontade em te cheirar
ainda será ele
onde poderia ser o teu no mesmo exato lugar
mas sigamos assim
eu te imaginando mudar
e a ti convém  um idem
este é nosso singelo jeito de amar
nunca é quase sempre e sempre nos faz bem
quando permitido não por ambos
mas por uma dupla par de nós.


EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

Dois corpos tombando na água 5 - ALICE VIEIRA

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELA AUTORA
Saibam da autora neste link

5
desenha com a ponta dos teus dedos
as fronteiras exactas do meu rosto
as rugas    os sinais    a cicatriz que ficou da infância
o lento sulco das lâminas onde no peito
se enterra o mistério do amor

e diz-me
o que de mim amaste noutros corpos
noutras camas    noutra pele

prometo que não choro mas repete
as palavras um dia minhas que sem querer
misturaste nas tuas e levaste
com as chaves da casa e os documentos do carro
__ e largaste sobre a mesa com o copo de gin a meio
na primeira madrugada em que me esqueceste

EM - DOIS CORPOS TOMBANDO NA ÁGUA - ALICE VIEIRA - CAMINHO

Palma do instante - BENI CHAÚQUE

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR ADRIANA MAYRINCK
                                                
.na quieta sombra de ar
a ofegante fibra de sol
esbarra
sobre a fina cutícula de lençol do sono,
pequenos vapores azuis de luz
da dura cápsula a vagem de sol
lacrimeja-se
deixando-se escorrer na palma do instante.
A luz camaleão, atleta vacilante
carreto solto no relógio de Einstein
neste desinstante
metade duma eternidade dura o dia
a margem do rio
sobre o anel seca tabua recta
sedento de palavras

EM - VOZES IMPRESSAS - ANTOLOGIA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

Cá em baixo* - JORGE LÚPUS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA
Saibam do autor neste link
Saibam do livro neste link
Saibam da editora neste link

Cá em baixo... é o inferno
Vive-se
Lá em cima... vive-se
É o inferno
Então que democracia é esta?
Oh que sorte
Oh que festa!
Afinal... para que serve a morte?

EM - AGUDO AOS ARVOREDOS - JORGE LÚPUS - CHIADO BOOKS

sexta-feira, 25 de maio de 2018

Viajar - ALEXANDRE NUNES

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA
Saibam do autor neste link
Saibam do livro neste link
Conheçam a editora neste link

Viajar
é virar o mundo do avesso,
é perfumar as descuidadas montanhas
com um pedaço do nosso leito

Um leito, uma nova morada
que em nada abranda os nossos passos,
que tem tanto de sonhador
como de cansado

Viajar é viver,
viver o presente,
lembrar o passado
e esperar o futuro

E nessa espera ritmada
erguemos as mãos ao desconhecido
e assim partimos tão depressa como chegamos
com um fugaz desejo de perder-te por sentidos, orientes

EM - SUBJECTIVAR - ALEXANDRE NUNES - CHIADO EDITORA

Quais tuas vias de fato? - JORGE SANTOS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link

Conheçam a IN-FINITA neste link


Que vias seguem teus saltos,
Qual o dia dos teus atos,
Neste ano, quantos já foram os tefus Abraços,
Quem determina o amor, a liberdade ou o laço,
Onde mora teu sentido, em sua mente cansada ou em seu peito de aço,
O que te faz sentir alegria,
A tristeza de outros ou o riso do palhaço,
Quem está te guiando, a TV ou os teus próprios passos?


EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

Não grites... - M. P. BONDE

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO AUTOR
Saibam do autor neste link

Não grites somente ao anoitecer da aurora, faz de ti um vulto invisível, um ser gregário da civilização que desanda de si, um caixeiro-viajante das horas mortas. Ganhamos e perdemos o pudor das coisas com a saciedade do conhecimento endógeno, o fio condutor do nirvana. A geração passada deixou-nos de braços atados para o futuro que não chega, criou em nós a preguiça da espera, o calor da transpiração à hora da criação. Não sendo o afamado Buda, percorres os montes Himalaias do amor em brasa, com que não olhas para o céu-da-boca seca dos odores do verão. O amor que sonhas é o mesmo que viverias na constância das palavras?

EM - ENSAIOS POÉTICOS - M. P. BONDE - CAVALO DO MAR

Metálica água gelatinosa - BENI CHAÚQUE

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR ADRIANA MAYRINCK

O charco de límpida água
a cuspo no pirilampejo diastólico
do tempo que da boca de meus olhos
escorreu magnetizada,
metálica água gelatinosa
que jaz na quente arreia seca trajada de céu azul:
é minha alma!

Eu e alguns meus outros ali árvores a ver
alma eu que em parte é-me
serpe na pálpebra do rijo plano chão.

Apanho-a, sacudo a areia e, atiro-a me no algar
de ser que sou
entre arrumados ossos…
[… mas Ela se vai, dissolvendo-se no sono da distância,
nem se quer notou o acidente]
Basta contentar-me com a inédita miragem
lá de baixo quando entornado

EM - VOZES IMPRESSAS - ANTOLOGIA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

Lalá Fontaine - JACKMICHEL

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELAS AUTORAS
Saibam das autoras neste link

Lalá Fontaine é A taça encantada?
Qual nada!
Já sei: ele é um italianinho.

Talvez, O Florentino...
Quem sabe, a Fábula ou o Pã...
O transformem em Ragotin!

De qualquer jeito Lalé Fontaine mudará
De fábula em fábula...
De conto em conto...

Sua estória encontrará
E, na opereta, cantar-se-á:
Lalá Fontaine de Fontaine Lalá!

EM - PAPATIPARAPAPÁ - JACKMICHEL - EDITORA ILLUMINARE

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Poupança para alma - WAGNER MARTINS

Saibam do autor neste link

Nem tudo na vida é belo,
Pois nem todo belo é infindável...
Conserve as boas recordações
que são da vida,
Dispense as que te fazem mal,
as que causaram feridas.
Para que nos tempos maus
possam conter nelas guarida.
Imagine,
se as árvores
não absorvessem os raios solares,
Se não fizessem a fotossíntese:
Elas não seriam revigoradas,

precavidas para no inverno resistirem.

EM - VERSOS DA BELA VIDA - WAGNER MARTINS - EDIÇÃO DE AUTOR

Perda - JOÃO MARQUES

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link

Conheçam a IN-FINITA neste link


Todos morreram
e eu morro tanto também
de não ver Clara esperando
e pensando no que via
não vejo a flor, que pensava
ser a manhã num galho
não vejo o canto, que pensava
ser a fala da alegria
e debruçada na janela
Clara esperava e via

tinha sonhos da existência
que pensava também
se encantar nas estrelas
que eram flores piscando
e tanto piscaram tanto
que florescida Clara foi
e nunca mais voltou.


EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

Quando chegar o entardecer - VÍTOR COSTEIRA

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO AUTOR
Saibam do autor neste link

Diz-me...
que trilhos secretos
terei de percorrer,
que veredas pedregosas
terei de desbravar,
por que calvários dolorosos,
por que penitências
terei eu que sofrer,
para de novo ver
os trevos a dançar
no teu olhar,
quando se cruzar
com o meu olhar,
que virá ver o acontecer,
o chegar do entardecer
para em ti se abrigar...
Dizes...?

EM - POEMAS DE (A)MAR - VÍTOR COSTEIRA - MP EDIÇÕES

Sonho - ARMANDO LEITE

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR ADRIANA MAYRINCK

Hoje sonhei contigo
Um sonho a dois.
O tempo dormia
E o desassossego tomou conta de nós.
Sem amarras.
E partimos
Para aquele cantinho
Onde o amor é eterno
E o enigma do teu olhar
Brilha mais
Que as estrelas do Céu.
Só tu e o infinito
Para me fazerem feliz
Naquele sonho
Em que sonhei contigo.

EM - VOZES IMPRESSAS - ANTOLOGIA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

A Psico (Análise) do "Eu" - FERNANDO MATOS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR FERNANDO MATOS

Caminho lentamente e involuntário,
em passos firmes ao passado,
como retrospectiva do meu ego
navegador.
Vivendo e vivido
em dor ou alegria...
Na chegada ou partida
de um lugar-comum.

Linhas poéticas
são simbolismos do prazer
silencioso.
Que grita de olhos fechados
e alma aberta ao desconhecido,
que não pulsa mais.
É a Razão mais forte
no caminho emocional,
alienação, escravo do Ser e não ser.

Inscrever-me na história
humana,
expressão corporal inerte
no tempo de ponteiros invertidos,
com um espírito que voa
os Campos Elísios
o inconsciente vivo.

Ilusão do "EU",
vazio em matéria
e dinâmico no etéreo Ser...
Volto ao ninho todas as noites,
não como menino,
todavia agora Homem vivendo em mim.

EM - ENFERMAGEM COM POESIA - ANTOLOGIA - EDITORA CRV