Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 31 de maio de 2016

Seda de nudez - MENA SANTOS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA

Não digas nada
Recebe o veludo
Do meu aconchego
Natural sem medo
Rasga o pensamento
Que me vai na alma
Puro sem temor
Seduz-me toca meus seios
Na madrugada alva
Percorre meu corpo
Seda de nudez sem pejo
Acaricia-me com beijos
Que a vida só tem sentido
Arrebatado intenso querido
De entrega onde se
Alberga
O sentimento
Do amor!

EM - FILIGRANAS DE PALAVRAS - MENA SANTOS - CHIADO EDITORA

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Quem sou eu? - LUCINDA MARIA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Eu sou aquela mulher viva, mas que não viveu...
Uma alma incompreendida... inquieta... desolada...
Uma árvore que, num fogo infernal, foi queimada...
Morreu de pé... mesmo escurecida, permaneceu...

Eu sou alguém que, de muitas coisas, se privou...
Fechada num casulo de angústias e de mágoas...
Um rio pedregoso... árido... seco e cujas águas
Evaporaram num estio, que, afinal não chegou...

Agora, sou, de novo, aquela árvore verdejante...
O meu coração reviveu... aqui está, palpitante
da vida... que quer e faz por viver em plenitude.

Por entre as pedras do rio, claras e sussurrantes,
Correm, impetuosas, águas doces como amantes,
Só porque eu quero sorrir... sonhar sem inquietude!

EM - RETRATO DE MIM - ANTOLOGIA - MP EDITORA

domingo, 29 de maio de 2016

Refúgio e Liberdade - ANA CASANOVA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA

Errantes, inconstantes
Plenos de sentidos
Vivos de emoção
Que transbordam
Crescem e se multiplicam
Que vivem de sonhos
E de memórias
Resistindo a tudo!
Talvez porque eles... versos
Não possuam mordaças
E sejam simultaneamente
Refúgio e Liberdade.

EM - À FLOR DO TEMPO - ANA CASANOVA - EDIÇÃO DE AUTOR

sábado, 28 de maio de 2016

Oh flores da minha infância - MARIA VITÓRIA HURTADO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA POETA MARIZA SORRISO

Escorre a chuva nos vidros da janela...
Está tudo embaciado... Véu cinzento...
Gotas geladas, negro sofrimento
De quem olhando a chuva se olha a ela...

Persistente parece não ter fim
A mesma dança, o mesmo movimento...
Estendo a minha mão e num momento...
Escorrega na janela e cai em mim...

Oh! Frio... Oh! Chuva... Como me trespassam
Como envolvem meu corpo, como abraçam
A minha alma que já não quer florir...

Oh! Flores da minha infância tão remota
Tomara eu que a chuva gota a gota
Os botões dessas flores pudesse abrir...

EM - ENTRE O SAMBA, O FADO E A POESIA - ANTOLOGIA - DOWSLLEY EDITORA

sexta-feira, 27 de maio de 2016

A procura - SARA LOUREIRO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Procurei-O nos lugares mais prováveis
Procurei-O nos muito pouco prováveis
Procurei-O nos improváveis
Até que deixei de O procurar.
Não procurando talvez O encontre
Quem sabe
Num lugar dentro de mim.

EM - LUGARES E PALAVRAS DE NATAL 2015 - ANTOLOGIA - LUGAR DA PALAVRA

quinta-feira, 26 de maio de 2016

III - SARA TIMÓTEO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Amantes da poesia:
eles guardam dentro de si
músicas e recordações,
talvez a jóia mais bela do mundo
ou o esgar furtivo de uma empregada de mesa.
Transportam em si
como um segredo
o olhar de um menino
acabado de nascer.

EM - AMANTES DA POESIA - ANTOLOGIA - UNIVERSUS

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Deixa-me dormir na tua pele - ROSA MARTINS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Apenas queria que não fosses embora,
apenas queria ter-te para sempre,
apenas queria morrer, de repente,
em vez de te ver partir, agora...

Apenas queria permanecer na tua roupa
guardar para mim esta vontade louca,
de fingir que estás presente,
em vez de ter que esquecer a tua boca...

Apenas queria abandonar a dor cruel,
de amanhecer sem o teu sabor a mel,
de fingir que não estás ausente,
em vez de adormecer sem cama quente.

Deixa-me dormir na tua pele...

EM - A ESSÊNCIA DOS SENTIDOS III - ANTOLOGIA - EDIÇÕES OZ


terça-feira, 24 de maio de 2016

Amar-te - MENA SANTOS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA

Amar-te é meu destino
Meu ego, minha vida
Sentir-te no meu caminho
De espinhos incutido
Sem perseverança
Nem sentido...
Solidão, não existe
Cérebro louco
Não é triste...
Amar-te para além da vida
E se vida não houver,
Meus restos de mulher
Serão intrínsecos em ti
Folha ocre do tempo
E se tempo não houver,
Serei outra vez mulher
E voarei para ti!!!

EM - FILIGRANAS DE PALAVRAS - MENA SANTOS - CHIADO EDITORA

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Retrato - ANABELA GASPAR SILVESTRE

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Pássaro liberto
que voa, voa...
sem parar.
Assim sou eu...
observando tudo
o que me rodeia
mas sempre ancorada
 no meu mundo.
Embevecida no jardim
das belas flores fragrantes
percorro todas as pegadas
do meu SENTIR!
Eu sou assim,
ave liberta e tranquila
para SEMPRE!

EM - RETRATO DE MIM - ANTOLOGIA - MP EDITORA

domingo, 22 de maio de 2016

Voz dos sonhos - ANA CASANOVA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA

Sempre que a realidade
Me enlouquece
Dou voz aos sonhos
Através das palavras
Que beijo.
Acaricio os versos
Dando expressão aos sentidos
Nesta paixão imensa que sinto
E faço transbordar de Poesia.

EM - À FLOR DO TEMPO - ANA CASANOVA - EDIÇÃO DE AUTOR

sábado, 21 de maio de 2016

Flor de vidro - OLGA VALESKA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA POETA MARIZA SORRISO

Eu sempre te darei
uma flor de vidro.
Dessas que se quebram
como certos anéis
cantados em cirandas antigas.

É que imagens
no fundo do espelho
nos olham, infinitos,
com o espanto dos perdidos.

- Mas... é de vidro...
- É sua.

Fina flor-de-lis:
um corpo transvasado de luz e sons
em plena serenidade-
a-meio-enlouquecer.

(ela se quebrará, sim,
no limiar de horizontes
por-um-fio).

-É sua e é de vidro.

EM - ENTRE O SAMBA, O FADO E A POESIA - ANTOLOGIA - DOWSLLEY EDITORA

sexta-feira, 20 de maio de 2016

À espera da hora - MARIA ANTONIETA OLIVEIRA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Do alto da montanha
Descem fios de prata
Tais os teus cabelos grisalhos
Lá longe as luzes brilhantes
Entrelaçam-se com as estrelas
Na lareira crepitam as pinhas
Do pinheiro inventado para a festa
A avó sentada na cadeira baixa
Aquece a saia preta comprida
A madrinha no banco ao piano
Toca suaves melodias
Alusivas à data festiva
O pai e a mãe sentados no sofá
Dão as mãos esperando a hora

O sino da igreja badalava
Uma duas três... Onze doze
Todos se alegram
É noite de Natal

EM - LUGARES E PALAVRAS DE NATAL 2015 - ANTOLOGIA - LUGAR DA PALAVRA

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Destino - CONCEIÇÃO CARRAÇA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

O céu, de cor cinza carregado
Lá fora, tudo é escuridão
Tenho o rosto molhado
Com lágrimas de emoção

O destino foi traçado
Não há outra solução
Este coração sofrido
Magoado, ofendido...
Vive noutra dimensão

Tudo planeado
Pelo rei do universo
Com hora e dia marcado
Tão certo, como este verso

Olho para o céu estrelado
Beijado pelo luar
Sinto, teu corpo molhado
Pelas lágrimas do meu mar

Esse sabor salgado
Que me faz extasiar
Com loucura e paixão

Essa força desmedida
Que tomou meu coração
Colorindo a minha vida

Lembro o voto sagrado
Trocado frente ao altar
Que, sei, vai ser consumado

Aqui, ou noutro lugar
Com o coração conformado
Na certeza de te amar
Vou carregar este meu fado
Até de novo acordar!

EM - AMANTES DA POESIA - ANTOLOGIA - UNIVERSUS

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Nua imortalidade - MARIETE LISBOA GUERRA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Violar a realidade
no quotidiano do bocejo
tocar o teu violino
acordando os ecos
da sensualidade do meu corpo
de uma sinfonia que nunca escutei
mas que sempre soube

O amor e o corpo
entes que coabitam
como fumo e odor
que desvanece

O amor e o ritmo
que sente
a leveza do sonho dourado
da nua imortalidade

EM - A ESSÊNCIA DOS SENTIDOS III - ANTOLOGIA - EDIÇÕES OZ

terça-feira, 17 de maio de 2016

Mulher - MENA SANTOS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA

Sinto-te no meu corpo
Que exploras minuciosamente
Poro a poro a veracidade
Deste tempo só nosso...
No meu peito, espelho transparente
Do meu rosto...
Inflamados de amor...
Deliciosas palavras em vão
Intercaladas pela respiração
Nossas bocas loucas de sede
Marés-vivas dos nossos corpos
Turbilhões de desejos
Orgasmos retardados
Regados de amor
Vivido em seda de retalhos
Juntarmos efervescentes
Rosa-dos-ventos vivida
Paixão cumprida
Perdurará para a vida
Amor do meu amor!!!

EM - FILIGRANAS DE PALAVRAS - MENA SANTOS - CHIADO EDITORA

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Encontrei alguém - LISKA AZEVEDO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Encontrei alguém... que desconhecia.
Menina aventureira e louca,
Com riso triste - ao canto da boca -
Gritando ao vento, o que mais queria!

Encontrei-a... ao virar da esquina;
Perdida no marasmo desta vida,
Mas ainda em sonhos... absorvida;
Olhando o Sol, a quebrar a neblina.

Encontrei alguém... que desconhecia;
Ao olhar bem fundo, dentro de mim.
Em mais uma ruga, que sobressaía;
Reconheceu o tempo... que perdi!

EM - RETRATO DE MIM - ANTOLOGIA - MP EDITORA

domingo, 15 de maio de 2016

Desejo - ANA CASANOVA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA

Não fazes ideia
De como sinto o teu toque
Quando me visitas em sonhos
Pela madrugada...
Não podes imaginar
O que sinto, quando acordo
E vejo que sonhei
Ter o teu corpo a meu lado...

EM - À FLOR DO TEMPO - ANA CASANOVA - EDIÇÃO DE AUTOR

sábado, 14 de maio de 2016

Faxina pra nova manhã! - TELMA MOREIRA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA POETA MARIZA SIRRISO

Varro os cantos do pensamento,
esfrego a mancha que jaz esquecida,
tiro o pó de cada momento,
lavo a saudade perdida,
penduro a mágoa ao vento,
assopro o ardor da ferida,
dobro as falhas do argumento,
guardo na caixa sem saída,
jogo fora o mal que não aguento,
cubro a mente sofrida,
escorro pro ralo o tormento,
enxugo a paz dolorida,
termino a faxina que invento,
levanto a alma caída,
prendo a tristeza lá dentro,
abro a porta pra vida...

Não sobra o espaço do lamento!

EM - ENTRE O SAMBA, O FADO E A POESIA - ANTOLOGIA - DOWSLLEY EDITORA

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Há sempre alguém - LUCÍLIA GALHARDO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Há uma mão que se estende,
Há uma mão que acolhe,
Há alguém que te entende
E que a ti te escolhe.
Esse alguém é Jesus,
Que sabe que és especial,
Quando ouvires "Truz-Truz"
Abre-lhe a porta neste Natal.
Não é preciso ouro, incenso ou mirra...
Apenas um peito aberto,
Cheio de estrelas
e Jesus... estará sempre por perto!
Com mil estrelas renovamos o universo
Mas sobretudo o nosso coração.
Estamos sempre a tempo de começar de novo
Há sempre alguém que te estende a mão!

EM - LUGARES E PALAVRAS DE NATAL 2015 - ANTOLOGIA - LUGAR DA PALAVRA

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Amantes da poesia - NUNO GARCIA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Amo-te,
Quando do meu ser profundo
Soltam as mais belas palavras
E a minha alma exterioriza
O silêncio do meu pequeno mundo.
Amo-te,
Quando às terças...
Ficamos em sintonia popular
Ouvindo na rádio falar sobre o verbo amar
Sorrindo os meus versos abraças.
Amo-te,
Voando sob a imaginação
Sentindo a natureza
Em plena harmonia com o coração
E eu perdido a pensar na tua beleza.
Amo-te,
Quando no leito penso nas letras
Que junto e faço poemas
Só porque sentimos alegria
De ser amantes da poesia.

EM - AMANTES DA POESIA - ANTOLOGIA - UNIVERSUS

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Um sorriso - FERNANDA LOPES

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Dá-me um sorriso

Deixa-o entrar serenamente no meu peito
como um rio perfeito que corre para o mar
sem se cansar

Quero um sorriso
que não seja apenas uma estridente gargalhada
com hora marcada

Desperta-me com um sorriso
rasgado como o sol único e contagiante
que me conquiste em cada manhã

Preciso de um sorriso
sem tempo...

EM - A ESSÊNCIA DOS SENTIDOS III - ANTOLOGIA - EDIÇÕES OZ

terça-feira, 10 de maio de 2016

Amor amante - MENA SANTOS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA

Amor amante
sinto-te fascinante
composição de alquimia
fantástica afrodisíaca
de dois em um,
incomum
amor amante
imerso no paraíso
dum destino feliz
bem-vindo que quis
sentir na minha vida
sensação constante
que ascende para o Além
contigo sou tudo
sem ti não sou ninguém...
Os dois somos o mundo!

EM - FILIGRANAS DE PALAVRAS - MENA SANTOS - CHIADO EDITORA 

segunda-feira, 9 de maio de 2016

Decifrem-me - ALBERTO CUDELL

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Tentam em vão decifrar-me,
sou, não existindo, apenas sou,
verbo, palavra, indiferente a género,
indiferentemente só, sentir, tristeza, depressão,
ódio, conquista, perda, ou ser apenas,
sou poeta, inconquistável, inacessível,
sou mistério de vida, sou porquê,
apenas já existia, já vivera, tudo
ou o nada que escrevo...
na plenitude de meu corpo,
que hoje definhe desgastado
pela idade dos verdes anos!

Deixem-me poetizar apenas,
minha pobre alma de poeta!

EM - RETRATO DE MIM - ANTOLOGIA - MP EDITORA

domingo, 8 de maio de 2016

Corpo/Terra - ANA CASANOVA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA

Meu corpo
Terra que lavras
Rio que desagua em teus braços
Vulcão que arde no peito
Que é mundo... Onde habitas!
Como campo semeado
De amor
Que se basta.

EM - À FLOR DO TEMPO - ANA CASANOVA - EDIÇÃO DE AUTOR

sábado, 7 de maio de 2016

Com jeito... "dou" - RONALDA TEIXEIRA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA POETA MARIZA SORRISO

Meu coração bate no compasso
E sigo passo a passo...
Esperando teu... amasso
Quando vens?

Venhas... Não temas
Pois, se me pedes com "jeito",
Eu com jeito... "dou"
E te deixo tonto...
Com esse meu jeito
de fazer... Amor

EM - ENTRE O SAMBA, O FADO E A POESIA - ANTOLOGIA - DOWSLLEY EDITORA

sexta-feira, 6 de maio de 2016

Dizem que é Natal, mas... - SARA TIMÓTEO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Sob os ramos verde-rumor
Os teus braços estendem-me promessas
Eivadas de infinito. São estrelas de água prenunciadas
Pela exaltação que esculpe em mim
A tua presença
Enquanto o tempo se evola
Por entre os nossos passos.

Qualquer pulsação poderá ser a última neste Natal.
Apressamo-nos para capturar as sílabas que se desenrolam por
Entre nossos corpos. As nossas mãos são corcéis de vento
Que navegam as marés de areia
Da vida. Ainda estamos longe da elegância e precisão
Que nos permitiram reduzir a existência
A uma sequência de Fibonacci.

EM - LUGARES E PALAVRAS DE NATAL 2015 - ANTOLOGIA - LUGAR DA PALAVRA

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Esquecer - CARLOS MARGARIDO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Duvidar é fácil
Tenho de voar o mar

Cegar as estrelas
Polir a lua

Arrancar-te da pele
penetrar os medos

Não adormecer

Trocar o coração
Tapar o sol com um dedo

Vives no canto das aves
No murmúrio dos rios

No toque do vento
Nas letras deste papel

Esquecer-te como se nasci

EM - A ESSÊNCIA DOS SENTIDOS III - ANTOLOGIA - EDIÇÕES OZ

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Falar de palavras - NATÁLIA VALE

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Falar de palavras
Bonitas e eloquentes,
Transmitir sentimentos,
Sonhos ou ilusões,
Inspiradas em ti -
Ou na música
Acabada de ouvir -
Era o meu desejo.

A chuva cai
Abundantemente
E torna as palavras
Tristes e melancólicas,
Sem brilho nem luz.

Como explicar:
São o meu Universo,
O meu todo,
A minha maior ambição,
O meu amor?

A caneta desliza;
A mente aviva
Memórias passadas -
O sol brilha
Finalmente,
E o poema nasce.

"Falar de palavras",
Surge do nada.

EM - AMANTES DA POESIA - ANTOLOGIA - UNIVERSUS

terça-feira, 3 de maio de 2016

Paixão - MENA SANTOS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA

Nossas palavras são fogo
Que nos inflamam as almas
Elixir dum amor louco
Em noites quentes   calmas...
Cada sílaba, cada retorno
De nossas bocas solícitas
Corações se abandonam
Abraços de beijos carícias
Respiramos à distância
Nossa ilusão   segredo
Amamos... sem reflexão
Nosso olhar nosso medo
Ah... se nos pudéssemos tocar
Nosso amor grandioso
Sem paralelo nem fim
Algemas iríamos cortar
No dia mais formoso
Paixão de diamante marfim!

EM - FILIGRANAS DE PALAVRAS - MENA SANTOS - CHIADO EDITORA 

segunda-feira, 2 de maio de 2016

Sou - ANTÓNIO BELO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA EDITORA

Sou a palavra daquilo que escrevo
Em poemas ou prosa, em solidão
Sou a tinta que no papel tudo regista
Por mão trémula que já deixa borrão

Sou lua cheia em noite de amores
Que aos amantes permite ilusão
Sou praia de areia fina e mar azul
Com corpos desnudados em pleno verão

Sou um mundo de coisas tão diferentes
De sonhos, de risos, de choros e loucura
E que em mim vivem, tenho a certeza

Mas virá o dia em que elas ficam ausentes
Porque o ser que fui só já procura
Ter fim como qualquer fruto da natureza

EM - RETRATO DE MIM - ANTOLOGIA - MP EDITORA

domingo, 1 de maio de 2016

Um actor - PEDRO MEXIA

Um actor, do Teatro Nacional,
que algumas vezes vi
dizer textos moderníssimos
com vocabulário arcaico,
que, em cenas de fúria,
tinha uma voz funda, salivava
demais e saía, indignado,
pela esquerda baixa,
levando nas mãos o chapéu
com plumas, esse actor
que nos palcos era o próprio
teatro, entra agora no café
onde estou, com a mulher
demasiado feia, e volta a sair,
sem fúria nem frases
bem pronunciadas porque a esta
hora já só há doces
e apetece-lhe comer salgados.

EM - MENOS POR MENOS - PEDRO MEXIA - DOM QUIXOTE