Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Tabernáculo - PAULO DE CARVALHO

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO AUTOR
Podem conhecer o autor neste link

Desmoronar dos emboços –
espaço parco da cal,
revela extensão do pó.

Cumprimento dos ciclos
aos séculos das valas secas.

Acesas estarão às velas?
Rubros humores do sal
desvelam selos e celas.

Sigilosos sopros dos silos,
asilos ázimos aos trigos.

Dízimo raso das patenas –
migalhas ceias aos zelos;
setenas, seteiras & gralhas.

Sibilares roucos dos barros
desgarrados. Farpadas heras.

Saber-me-iam as ranhuras?
Silêncio nas urnas e arcas
rompido ao seco das unhas.

EM - KYRIE - PAULO DE CARVALHO - BIBLIOTECA 24X7

Mulher com lenço - GRAÇA PIRES

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA

Guardo, ao lado das jóias,
uma colecção de lenços de seda.
Diariamente, em frente do espelho,
ponho um, e outro, e outro,
até que uma subtil variação de luz
se detenha nos meus dedos,
antecipando o adorno do colo.

Mas, no tumulto inconfidente
das mãos, há outro gesto,
mais delicado, que assume
sinais de sedução,
a prever a nudeza do corpo.

E deixo que se espalhem
pela casa os segredos imperfeitos.

EM - FUI QUASE TODAS AS MULHERES DE MODIGLIANI - GRAÇA PIRES - POÉTICA EDIÇÕES

A importância das coisas - ANA CASANOVA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA

Há coisas que eu amo
Mas por serem coisas não me podem amar
Sinto por elas, carinho, afecto
Saudade, sensações de perda
Quando partem ou as tenho de deixar.
Serei estranha por sentir assim...
Talvez...
Há quem não se prenda a coisas
E nem sequer me entenda
Amo coisas que não me podem amar
Que nem sabem que eu existo
Mas que marcaram ou ainda marcam a minha vida
e porque são coisas, não me podem corresponder.

EM - A RAZÃO DO POEMA - ANA CASANOVA - EDIÇÃO DE AUTOR

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Marcas do tempo 14 - ALVARO GIESTA

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO AUTOR
Podem saber do autor e adquirir o livro neste link

criei em mim a ideia de dizer
do tempo e ao tempo

como se de um rosário se tratasse

que o tempo
deixa nas veias o sangue da memória
e ogivas de dor
no corpo
a perpetuar o passado

EM - OBLÍQUO É O TEMPO - ALVARO GIESTA - EDIÇÃO DE AUTOR

Rainha - JOSÉ SEPÚLVEDA

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELA AUTORA ANA COELHO

(à minha irmã, falecida recentemente)

Lançaste sobre mim o teu olhar
Ao veres a tristeza que lá tinha,
Uma coroa houveras de me dar,
De espinhos, e tornaste-te Rainha!

E eis-me, então, perdida, a procurar
Meu Paço, a Realeza que não vinha,
Tentando em cada passo adivinhar
Como encontrar-me nesta vida minha.

E de repente, olhei aquela cruz
E vi a tua face, meu Jesus,
Numa agonia atroz. E compreendi

Que minha Realeza é estar contigo.
E fui ao teu encontro... E agora vivo
Tal qual uma Rainha, junto a Ti!

EM - LIVRO ABERTO - COLECTÂNEA - AUTOR PUBLICA

Às vezes - JOSÉ FERNANDO DELGADO MENDONÇA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA
Saibam mais do autor neste link
Saibam mais do livro neste link
Conheçam a editora neste link

às vezes
não sei
quem beija
primeiro
às vezes
não sei
se os lábios
são meus
ou teus
às vezes
não sei
se os teus olhos
me pedem

EM - DIAS CLAROS - JOSÉ FERNANDO DELGADO MENDONÇA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Exploração mental - NUNO SILVA CAEIRO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR CHIADO EDITORA
Saibam sobre o autor neste link
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

Adoro penetrar na minha mente!
Verificar assim todas as informações,
Cujas as quais, contenham emoções,
E transcrevê-las então integralmente.

Talvez assim melhor se possa
Tentar dessa forma compreender.
Uma mente abjecta, viscosa,
Que a si própria se quer conhecer.

Percorro frios corredores escuros,
Visito recônditos recantos obscuros
Que julguei nem tão pouco existir.

Nem mesmo eu sei o que sentir,
Apenas procuro assim ordená-los
Para da melhor forma poder cantá-los.

EM - ELECTRÕES DE UM ÁTOMO - NUNO SILVA CAEIRO - CHIADO EDITORA

Sobre o amor e ilhas - FREDERICO SPENCER

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELO AUTOR
Podem conhecer o autor neste link

Aninhado o amor
é porto de velas vencidas:
sobre o mar acalmado, vento de branduras
na pele de areia e sol
no vermelho coração de fendas.
Aninhada a paixão
é barco sem prumo
no mar do coração,
boiando ilhas, na imensidão

pontos de partidas.

EM - ABRIL SITIADO - FREDERICO SPENCER - EDIÇÕES BAGAÇO

Malanjina - JOÃO TALA

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO POETA AMOSSE MUCAVELE

Vou de camuflado vou imune
visitar a malanjina
vou com a ciência dos amantes
não posso esperar
esperas criam cicatrizes
e eu já estou ingurgitado

ela engoliu-me a infância
cabe ainda no cheiro
procuro-a na sombra ou na pedra
onde quer que haja um lugar de leite.

EM - A ARQUEOLOGIA DA PALAVRA E A ANATOMIA DA LÍNGUA - ANTOLOGIA - REVISTA LITERATAS

terça-feira, 19 de setembro de 2017

A crítica - MANUEL FAVITA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA
Saibam sobre o autor neste link
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

Criticar não é só denunciar
O que está mal, também é sugerir
Como melhor fazer para atingir
Os fins que se pretendem alcançar.

Contestar sem mudança apontar
É de quem quer apenas denegrir,
E fica sempre aquém de onde pode ir
Quem é refém do medo de mudar.

Criticar é desejo de mudança
Sem a qual o progresso não avança.
Aos que para mudar nada lhes serve:

Os reféns de interesses instalados,
Refractários, servis, acomodados...
A esses, o progresso nada deve.

EM - A GRANDEZA DA MÃE - MANUEL FAVITA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

Cantiga de amigo - SUPINO LATINO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR CHIADO EDITORA
Saibam sobre o autor neste link
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

Tu és aquilo que ultrapassa o efémero,
Que me fazes ver que há Sol
Quando chove e está escuro.
És aquela borboleta clara
Que num piscar de olhos
Me levas
Para o melhor de mim.
E eu,
Logo que te contemplo no espelho de água,
Recebo a boa nova:
Inevitavelmente nós.

EM - NO COMEÇO DA NOVA TRAVESSIA - SUPINO LATINO - CHIADO EDITORA

Sou poema, e sou mulher - CARLA RIBEIRO

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELA AUTORA
Saibam sobra a autora neste link
Saibam sobre o livro neste link

Mulher de olhar que sorri
Para um mundo sem dono,
Um mundo ainda por descobrir,
Não sou poeta, mas sou poema,
Ainda em edificação, como um diamante
Ainda por lapidar.
Sou um mundo a descobrir,
Sou vida e sentimentos,
Sou um diamante em transformação.
Sou poema e sou Mulher,
Determinada e furacão,
Sem nunca esquecer
Que sou amor e razão,
Neste mundo em transformação.
Sou viver e sou sentir
E o muito que tenho ainda para descobrir.
Não sou poeta,
Sou Mulher e sou sorrir,
Sou poema, daquele olhar que sorri,
E do mundo que quero ainda descobrir...

EM - DESNUDO-ME EM PALAVRAS - CARLA RIBEIRO - MOSAICO DE PALAVRAS

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

24 - JOÃO AYRES

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELO AUTOR
Saibam sobre o autor neste link
  
Já não mais vivo a febre de meus dias
Palavras distantes tomam agora o que resta de minha angústia
Fecho os olhos quando estou ainda mais insignificante do que os insetos
Estas manhãs senis que corroem minha alma em pouco a pouco.

Arrasto-me de um cômodo a outro com este jeito de morto-vivo
Afrontando a existência com o tênue fio do abandono
Estou ninguém sentado no escuro desta hora que me dilacera
Como uma porta entreaberta no infinito das vertigens.

EM - POEMAS ESCUROS - JOÃO AYRES - ARMAZÉM DE QUINQUILHARIAS E UTOPIAS

E o Tejo ali... - CELSO CORDEIRO

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO AUTOR
Podem saber do autor e adquirir o livro neste link

Se do Cais das Colunas te acercas
quando uma falua vires passar,
repara, não é gente que parte,
sou eu que me acerco para te olhar.

Se olhas o Tejo chegando ao mar,
não te iludas, não é o rio que ouves,
é apenas o meu calmo sussurrar
em teu ouvido juras de amor.

Se nas águas vires reflexo de luz,
acredita, não é da lua que vai alta,
é o brilho de paixão em meu olhar
porque te vejo, por tanto de amar.

EM - (CON)FUSÃO DE LETRAS - CELSO CORDEIRO - CHIADO EDITORA

Posse - GORETI DIAS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA
Saibam mais da autora neste link
Podem adquirir o livro neste link

Visto-me na sumptuosidade da Lua
com tecidos de sombra e loucura!
Solto convites surdos, caprichos fantasiosos
de secretos anseios...
Pego fogo à pira das emoções,
na sede de te querer,
na fome de te possuir...
Penso-te no arrepio da minha pele,
possuo-te no desassossego
da minha saudade invertida!
Gotículas de prazeres mútuos
fogem de nós,
instalam-se na distância,
unem-se para lá das imposições.
Sinto o meu amplexo fluir sobre ti,
as bocas sofridas,
entreabertos,
os lábios gritam no instante sublime
do prazer consumado...
Na minha alienada cegueira,
a inquietação da tua ausência esbateu-se
e, na tentação dos sentidos,
contemplei-te através das doces carícias que te entreguei,
da união que projectei além de nós!

EM - LIVRO DO SONHO, DA SAUDADE E DA DESILUSÃO - GORETI DIAS - CUCA MACUCA

domingo, 17 de setembro de 2017

Perdões - HUGO VIEIRA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR CHIADO EDITORA
Saibam sobre o autor neste link
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

Desculpa o que fiz.
Desculpa o que faço.
Desculpa o que farei.

Desculpa a incerteza,
Desculpa o tempo escasso
Em que, para ti, era rei.

Desculpa a mentira
Que, parecendo para ti,
Era de mim para mim.

Desculpo a tua ira
Pois nos meus ombros suporto
A culpa deste fim.

EM - A CIDADE DA SAUDADE - HUGO VIEIRA - CHIADO EDITORA

Dia de anos - TERESA DUARTE REIS

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELA AUTORA
Podem saber da autora e adquirir o livro neste link

O medo instalou-se no íntimo do tormento
Desfazendo as esperanças
Triturando e corroendo as réstias pouco restadas
Do sorriso e do conforto
E a acabrunhice do viver (que quase não tem viço, nem vício, só desperdício)
Contornando as aparas do ar ressequido
Do acabrunhamento
Do sol-posto ou do tinteiro decomposto
Com que se alinhavam dizeres
Impurgados de sofrimentos

                    São aqueles dias
                    Que muitos desvivi já
                    Em que a mente desalheia
                    Se esvai e se desperdiça
                    Que nem sinto que sou
                    E muito menos quem serei!

EM - PORQUE OS SILÊNCIOS TAMBÉM SE ESCREVEM - TERESA DUARTE REIS - EDIÇÃO DE AUTOR

Hesychia - TIAGO MOITA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR CHIADO EDITORA
Saibam sobre o autor neste link
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

Medes o peso das palavras
segundo a palpitação do sono
calculas a distância das sílabas
com a respiração dos abismos
ocultos nas raízes sanguíneas
dos espelhos

Semeias koans nas lacunas dos verbos
antes da monção das lâmpadas,
inseminação cósmica de substantivos
mudos à cacofonia das gramáticas

Habitas nos sussurros dos adjectivos
onde revelas os enigmas nas orações
tatuadas na epiderme dos sentidos
cegos de nada pensar

Descreves a sinfonia do movimento híbrido
das linguagens
antes da fermentação das frases
com um ruído de fundo tântrico
decifrado pelos murmúrios das legendas

EM - METANOIA - TIAGO MOITA - CHIADO EDITORA

sábado, 16 de setembro de 2017

Desconhecidos seres - BERNADETE BRUTO

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELA AUTORA
Podem saber da autora neste link

Tantas árvores
na minha vista
muitas reconheço
poucas sei o nome...
com as pessoas
é bem pior!
passam por mim
pelas ruas
ao meu redor
não as conheço
como irmão
nem as reconheço!

EM - QUERIDO DIÁRIO PEREGRINO - BERNADETE BRUTO - NOVO ESTILO EDIÇÕES DE AUTOR

Vento leste - JOSÉ LUIZ MELO

Havia um corpo de mulher boiando,
naufragado no mar e insubmerso,
no balanço das ondas balançando,
sem gravidade, solto no Universo.

Mas, houve um vento leste que soprando,
O corpo-morno-amor em bruma imerso,
na praia calva o trouxe flutuando,
nos afagos da tarde submerso.

Então, a carne mansa se fez alga,
(água salgada), e a alga fez-se areia,
E areia alva fez-se pedra e mágoa.

Depois,na mesa, a imagem se fez ceia,
De puríssimas almas e arrecifes:
- As pupilas e os cílios do Recife.

EM - LIVRO DOS SONETOS, DOS PRIMEIROS AOS PENÚLTIMOS - JOSÉ LUIZ MELO - NOVO ESTILO EDIÇÕES DE AUTOR

Simplesmente... fiquei... - PAULO GALHETO MIGUEL

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA
Saibam sobre o autor neste link
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

Foi um misto de nostalgia e revolta...
Este pedaço de corpo em que me achei...
Este mesmo bote que ruma, amargo, sem precedentes...
Amargo de tudo...
Da própria forma das coisas...
Da própria opinião, não da dos outros...
Como quem lida com a vida que não gosta...
Nos dias cinza de chuva...
Sem buscar elogios nem fama...
Perco-me, onde o instinto faminto é mais puro...
Sem ser como as estrelas...

Acharei um dia... o meu pedaço de CÉU!...

EM - VOZES QUE SANGRAM - PAULO GALHETO MIGUEL - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

X - CIDA PEDROSA

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELA AUTORA
Podem saber da autora neste link

Ouvi dizer que teu segredo é a flor
Regada por água do corpo jorrada
Pequena oferta da terra molhada
A quem voa, é igual, sem ter pudor
Buscando roteiros que levem amor
Navego no meu barco rumo ao teu mar
Eu quero ser teu par e em ti me embalar
Levando o segredo bem junto ao rosto
Sentindo teu cheiro, bebendo teu gosto
Feliz respirando o teu respirar

Mote de Maviel Melo

EM - CLARANÃ - CIDA PEDROSA - CONFRARIA DO VENTO

Frio - CLÁUDIO PORTELLA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELO AUTOR
Podem saber do autor e adquirir o livro neste link

Os meus cinco sentidos,
me fazem perceber
o que você esqueceu.
Eu ligando os pontos,
contando os dedos,
ensaiando o discurso
para quando for chegada a hora
dos meus quinze minutos de fama
ser transitório e amarelo
feito seu pulôver azul.

EM - PARAPHOESIA - CLÁUDIO PORTELLA - EDIÇÕES CP

Não sou o poema - GABRIELA ALMEIDA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR CHIADO EDITORA
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

Não sou o poema
Disso tenho pena!
Mas tenho o poder
De contar a história!
Enredar dilema
Sentir a memória,
Palavras escolher
E narrar o tema.

Eu não sou o mundo
Nem sequer o espaço!
Conheço a lua
Não sei onde é Marte!
Mas bem lá no fundo
O mundo é um regaço
População sua
Dele eu faço parte!

EM - O SENTIMENTO E A TRADIÇÃO - GABRIELA ALMEIDA - CHIADO EDITORA

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

É no silêncio - ANTÓNIO MANUEL ESTEVES HENRIQUES

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR CHIADO EDITORA
Saibam sobre o autor neste link
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

É no silêncio
Das palavras que não dissemos
Dos beijos que não demos
Dos olhares que não trocamos
Das carícias que não fizemos
Que o meu amor por ti
É mais forte, mais puro, mais belo
É no silêncio
Que por ti, choro, imploro
E devagar vou morrendo
Sempre à tua espera
No silêncio
Meu amor!

EM - PEDAÇOS DE MIM, O POETA E A VIDA - ANTÓNIO MANUEL ESTEVES HENRIQUES - CHIADO EDITORA

A paixão é insensata - CARLOS PAIVA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA
Saibam sobre o autor neste link
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

A paixão é insensata,
não nos olha de lado,
nem é acto pensado,
faz agir por impulso.
É pintura é poesia,
pode ser mar, ou maresia.

A paixão é oposto da razão,
não tem verso e reverso.
É um sentir controverso,
que nos põe a sonhar,
num jardim imaginário,
cheio de malmequeres,
das cores que tu souberes.

EM - TANTO MAR - CARLOS PAIVA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

Meus beijos - PAULO GOMES

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA
Saibam sobre o autor neste link
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

Perguntei a esta nuvem se sabia do meu Amor
A resposta foi que não sabia quem era
Insisti e perguntei então ao vento, por favor
Estava com tanta pressa, tive de ficar à espera

Então ao Sol perguntei, totalmente desesperado
O Sol sorriu e com muita alegria, muito brilhou
Sim, sei quem é o teu Amor, de quem estás enamorado
Todos os dias a vejo e os teus beijos lhe dou

EM - QUADRAS DE AMOR VOL. I - PAULO GOMES - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Fotografia - ANA MARQUES

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO POR EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

Falo
aos teus olhos.
O nariz a direito
aponta
a resposta
da linha
dos lábios.
Tensa.
Contrita.
(O que dizes?)
Mirando,
escutando,
decifrando
(o que dizes?)
O que me
parece
um exagero,
fruto
das longas horas
seduzindo
a tua fotografia.

EM - BARRIGA DE POEMAS - ANA MARQUES - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

4 quadras - PINHO NENO

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO AUTOR

111
- Amigo, eu estou pronto e decidido
A rever os tormentos que passei,
Os transes dolorosos que hei sofrido,
Até mesmo os insultos que escutei.

112
Não é revisitá-los que me dói,
Embora tragam más recordações,
Mas o saber que meu martírio foi
Usado por relapsos intrujões.

113
É isso que me dói e que me custa,
Ver levada esta gente num ludíbrio.
Na verdade, acredita que me custa
A manifesta ausência de equilíbrio

114
Patente em seu olhar e na postura
Que assume face às cenas em que atenta.
Hoje é muito maior minha amargura
Ao perceber a farsa que se inventa

EM - JESUS DE NAZARÉ E AS FÁBULAS DO CRISTIANISMO - PINHO NENO - EDIÇÃO DE AUTOR

Catarse - MARIA LUZ

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA

Diante da vida rasgo sentimentos
Atravesso o destino
Sombras difusas deambulam
Pelos caminhos da memória
Rasgo o véu que não me deixa ver
E numa catarse avanço sem medo
Pelas alamedas sombrias
Da própria existência.

EM - CHÁ DE TÍLIA - MARIA LUZ - MODOCROMIA

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Memento - PAULO DE CARVALHO

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO AUTOR
Podem conhecer o autor neste link

Vossos vulgares ofícios
Revertem-se fugazes
Pulvis Es Estátua
Beijai vossos pós.

Sátrapas dos arautos
Suseranas vis servidões
Homo vulgares ex officio
Beijai vossos pós.

Vossos Lugares obesos
Ósculos das fomes
Pulverem oásis caiados
Beijai vossos pós.

Vossos pós, ouros cobertos
Abertos abismos esmos
Reverteris sinais finais
Beijai vossos pós.

Memento, Homo,
Quia Pulvis Es,
Et In Pulverem Reverteris...

EM - KYRIE - PAULO DE CARVALHO - BIBLIOTECA 24X7

Menina com fato castanho - GRAÇA PIRES

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA

Com um impulso irreprimível
forjei, a martelo, a quilha
que range em meus braços
com som de nortada
e vesti uma túnica cor de fogo
para que me confundissem
com o poente.

A partir desse momento,
todos os barcos ancoraram,
tumultuados, na linha do horizonte.
Os marinheiros, com a boca
atravessada por gritos,
enroscaram-se uns nos outros.

Eu, sentada nas dunas morria,
lentamente, afogada pela sede.

EM - FUI QUASE TODAS AS MULHERES DE MODIGLIANI - GRAÇA PIRES - POÉTICA EDIÇÕES

Ideias criadas - ANA CASANOVA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA

Cansada
De viver sentimentos que alimento
De respostas erróneas
De esperanças que invento
De relações que construo
No meu imaginário
Deslumbrada!
Pelo desejo de ser feliz...
São ideias criadas
Que me mostram
Quando finalmente me respondes
Como somos tão diferentes
Do que imaginávamos
Deixando-me mergulhada
Em profunda solidão...

EM - A RAZÃO DO POEMA - ANA CASANOVA - EDIÇÃO DE AUTOR

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Marcas do tempo 7 - ALVARO GIESTA

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO AUTOR
Podem saber do autor e adquirir o livro neste link

esse mapa-ilusão projecta-se
no azul da vertigem
e rebentam as estrelas
em novas e mil constelações

é o tempo a prolongar-se no sonho
e a desenhar-se no verbo

enigmáticos são os cruzamentos
dos caminhos da vida

EM - OBLÍQUO É O TEMPO - ALVARO GIESTA - EDIÇÃO DE AUTOR

Voa livre - GRACIANO CASQUINHA

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELA AUTORA ANA COELHO

Aqui no cume deste monte,
Aos pés da torre de energia
Já rompe o Sol no horizonte,
De laranja, anuncia novo dia,

No silêncio que então escuto,
Neste espaço em que brilhas.
Com esperança já eu labuto,
Na sombra da rota que trilhas.

Sem pauta, uma bela melodia
Ecoa do peito da ave que canta
Sobre uma linha que m'encanta

Numa emissão em harmonia.
São notas libertas da garganta,
Enquanto voa livre pela manta.

EM - LIVRO ABERTO - COLECTÂNEA - AUTOR PUBLICA

Mulher - JOSÉ FERNANDO DELGADO MENDONÇA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA
Saibam mais do autor neste link
Saibam mais do livro neste link
Conheçam a editora neste link

uma flor
quando morre
ainda tem
a beleza
que um raio de sol
lhe dá
uma flor
quando vive
tem sempre
a beleza
que eu vejo
em ti mulher

EM - DIAS CLAROS - JOSÉ FERNANDO DELGADO MENDONÇA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

domingo, 10 de setembro de 2017

Livro - NUNO SILVA CAEIRO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR CHIADO EDITORA
Saibam sobre o autor neste link
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

A defendê-lo tem uma espessa cobertura,
Esse objecto à primeira vista insignificante.
Que nos transmite muita sabedoria e cultura,
Está para alguns de nós ainda muito distante.

Será um tabu, para quem não lê e são muitos de nós,
Podem acreditar, que ler, sempre é muito importante.
Poucos mas bons exemplares tinham os meus avós,
Quem vilipendia qualquer livro está a ser arrogante.

Quando um livro estou a ler, sinto-me a viajar,
Mas ainda muito melhor mesmo do que o ler,
É com suas palavras bons sonhos podermos ter.

Ler sim, que é das melhores coisas que temos,
Porque ao ler, mesmo para nos entretermos,
A nós próprios e ao mundo estamos a melhorar.

EM - ELECTRÕES DE UM ÁTOMO - NUNO SILVA CAEIRO - CHIADO EDITORA

O amor e o tempo - FREDERICO SPENCER

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO AUTOR
Podem conhecer o autor neste link

De assalto
o amor – sendo invento
Dos sonhos, através do tempo
quando não encontra seu laço
é revoada de pássaros, a vontade
da ampulheta, no horizonte.
de areia sua teia fia
solitária espera outro

transeunte, a noite.

EM - ABRIL SITIADO - FREDERICO SPENCER - EDIÇÕES BAGAÇO

É comovente, a tua poesia - AURELINO COSTA

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO POETA AMOSSE MUCAVELE

é comovente, a tua poesia
chego a ter pena de ti e às vezes medo

ardes-me na mão como uma brasa ao rubro
e eu sinto-a e apetece-me levá-la à boca, queimar-me.

adorava que me visitasses mais vezes
tens um quarto cá em casa, louceiro, agasalho
e pão, ainda fresco, coberto com um pano, na masseira de pinho

aguardarei todos os dias, enquanto pascerei vacas até que venhas
e ordenharei úberes brancos, de leite branco e espumoso, meu poeta.

não te esqueças, às vezes tenho fome, muita fome e o jejum mata-me.

EM - A ARQUEOLOGIA DA PALAVRA E A ANATOMIA DA LÍNGUA - ANTOLOGIA - REVISTA LITERATAS

sábado, 9 de setembro de 2017

A grandeza da mãe - MANUEL FAVITA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA
Saibam sobre o autor neste link
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

Ser mãe, é ser maior que o pensamento,
Infinita em desvelos e carinhos,
É viver sem sentir passar o tempo
E ver os filhos sempre pequeninos.

Ser mãe é ter ainda mor grandeza
Quando a fortuna nela não existe
Porque tem no seu peito essa riqueza...
Saber viver alegre, mesmo triste.

Ser mãe é renascer quando nascemos,
É ser depois aos filhos dedicada,
É estar onde perdemos ou vencemos.

Ser mãe é dar mais vida à nossa vida,
E mesmo quando parte, não acaba,
Está sempre em nós, até nossa partida.

EM - A GRANDEZA DA MÃE - MANUEL FAVITA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

Lado a lado - SUPINO LATINO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR CHIADO EDITORA
Saibam sobre o autor neste link
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

Eu pouco posso fazer,
A não ser uma diferença imensa,
Com a leveza da tua mãos na minha
Dando sinal de partida
Para os confins do cosmos,
Onde os pensamentos são mil e um sonhos,
As palavras momentos de beijo,
Os teus cabelos fios de ouro,
Os teus olhos diamantes de mel
Que me concedem tanta energia.

EM - NO COMEÇO DA NOVA TRAVESSIA - SUPINO LATINO - CHIADO EDITORA

Vou descansar - CARLA RIBEIRO

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELA AUTORA
Saibam sobre a autora neste link
Saibam sobre o livro neste link

Vou descansar, está na hora de repousar.
Todos os dias me recolho, ao fundo, atrás do mar.
Vou descansar, preciso repousar.
Deixo no mar o brilho, a magia no ar.
Recolhe-se o sol, aparece a lua.
Em cada dia, uma surpresa, um novo desfrutar
Da beleza do meu adormecer.
Ao longe, escondo-me no mar,
Faço dele o meu leito, para nele repousar.
Deixo no céu, cada dia, um novo começar.
Vem a surpresa, a luz que faz brilhar.
E o sol beija o mar, a lua beija as estrelas e o sol vai descansar,
Fica a lua bem desperta para os enamorados abraçar.
Vou descansar, para nos teus braços repousar,
Os teu lábios beijar e o teu aroma em mim ficar.
Vou descansar, deixa a lua para nós brilhar,
Nesta magia de me deitar, na surpresa de sempre,
Partir e voltar.
Vou descansar...

EM - DESNUDO-ME EM PALAVRAS - CARLA RIBEIRO - MOSAICO DE PALAVRAS

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

6 - JOÃO AYRES

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELO AUTOR
Saibam mais do autor neste link

6
Saio chutando coisas por desejo de desejo
Saio por aí chutando latas ou ratos ou cães ou qualquer
Estendo minhas mãos ao infinito quando escarro
Quando quero servir a esta angústia que me devora
Numa mesa farta de festa de vila no dia mesmo de Ação de Graças.

De uma ou duas peças de carne vermelha, talvez, precise,
Que não seja bem digerida e que me faça pesar indefinidamente
Quero agora estar tão obeso como qualquer rei enlouquecido
Gargalhando freneticamente para o caos que me rodeia
Eu venho de um tempo, eis o mesmo que se entreolha

E se pergunta em quanto tempo quanto tempo em qualquer um.

EM - POEMAS ESCUROS - JOÃO AYRES - ARMAZÉM DE QUINQUILHARIAS E UTOPIAS

Entardecer - CELSO CORDEIRO

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO AUTOR
Podem saber do autor e adquirir o livro neste link

Chega o Entardecer,
aproximam-se mais umas horas
desse tão imenso prazer
que é partilhar o teu sorriso,
saborear o teu olhar,
deliciar-me com cada gesto teu,
e deleitar-me no carinho
que transmites mesmo sem querer.

Até mais logo
minha doce Musa.

EM - (CON)FUSÃO DE LETRAS - CELSO CORDEIRO - CHIADO EDITORA

Pacto - GORETI DIAS

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO PELA AUTORA
Saibam mais da autora neste link
Podem adquirir o livro neste link

Para além dos meus sentidos,
retenho o teu sorriso,
tateado na avidez do desejo...
As minhas entranhas enlouquecidas
guiam-te os movimentos
sedentos de prazeres extremos!
Os nossos lábios calam-se,
chegados, molhados...
Perdida em ti,
procuro-te a alma,
mas és tu quem transpõe a minha...
Aí te aninhas
e te fundes comigo!
Alucinada na minha paixão
penso selar um pacto de Amor.
A mente sossega,
o alvoroço dos sentidos se acalma...
E, de mansinhos,
ao compasso da serenata da lua,
te entrego a minha essência!
Vais-te!
Percebo a saudade.
Foi na minha pele latejante
que deslizaste a pena
com que assinaste o nosso pacto!

EM - LIVRO DO SONHO, DA SAUDADE E DA DESILUSÃO - GORETI DIAS - CUCA MACUCA

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Bom e mau - HUGO VIEIRA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR CHIADO EDITORA
Saibam sobre o autor neste link
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

As dores que provoco
Não são com esse intuito.
A mim dói-me muito
Saber que de tão pouco
Possa surgir tamanha dor.

Inevitavelmente, acontece
E continuará a acontecer,
Pois, mesmo sem querer,
até aquele que não merece
Sofre o bom e o mau do amor.

EM - A CIDADE DA SAUDADE - HUGO VIEIRA - CHIADO EDITORA