Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 20 de maio de 2018

Tempestade - JACINTO TERTO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link

Conheçam a IN-FINITA neste link


Quando acende o fogo azeitados desejos
Pra conter a fera que vem consumir
Todos os encantos, ternuras e beijos
Efêmeros momentos em que tento sorrir

Nesse instante... Volúpias audazes
Ela solta o rio que corta meu peito
E trás em corcéis, incontidas, mordazes
As águas barrentas geladas no leito

O meu barco foge... Sedento, calado...
Para outros mares de mil pensamentos
Como quem procura um porto seguro

De vento suave, ameno, mais puro,
Onde possa o nauta de âncora atracado
Vislumbrar nos mares azuis firmamentos.


EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

2 comentários:

  1. Foge de todas as contrariedades, procurando um porto seguro, navegando em mar calmo , sereno,dando a possibilidade de encontrar "céus" azuis. Gostei da mensagem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre grato pelas visitas comentadas...

      Eliminar