Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 20 de março de 2016

Epigrama XIX - MANUEL MARIA BARBOSA DU BOCAGE

Quis inda fresca viúva
Casar, mas tinha esquecido
No alfarrábio dos enterros
Pôr o enterro do marido.

«Leve este papel ao Cura»
(Lhe aconselha um maganão),
Era excelente receita
Das que importam num milhão.

«Padre (diz ela, entregando
O papel, que se lhe deu),
O meu homem tomou isto...»
Torna o Cura: «Então morreu!»

EM - ANTOLOGIA POÉTICA - BOCAGE - VERBO CLÁSSICOS

Sem comentários:

Enviar um comentário