Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

segunda-feira, 9 de março de 2015

Porto de Mós - VÍTOR CINTRA

Do alto desse outeiro, dominante,
Exibes a beleza da muralha.
Em ti o Condestável, comandante,
Juntou seus homens antes da batalha.

O teu primeiro alcaide foi Dom Fuas,
O tal que a Mãe de Deus, na Nazaré,
Salvou, por ter ouvido as preces suas,
Em lenda que, p'la graça, se fez fé.

Erguido, noutro tempo, p'los Romanos,
Também os Visigodos, Muçulmanos,
Cuidaram de crescer-te, p'ra defesa.

Mas, vindo Afonso Henriques lá do norte,
Dom Fuas veio com ele e, por ser forte,
Tornou-te e fez-te praça portuguesa.

EM - NO CREPÚSCULO DAS AMEIAS - VÍTOR CINTRA - LUA DE MARFIM

Sem comentários:

Enviar um comentário