Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 21 de março de 2015

O sangue das palavras I - JOSÉ CARLOS ARY DOS SANTOS

O poeta que nasce é uma criança
parida pela água torturada
uma nave que surge   uma nuvem que dança
ao mesmo tempo livre e condensada.

O poeta que nasce é a matança
da palavra demente e enjeitada
que o chicote do poema torna mansa
depois de possuída e mal amada.

Quando o poeta nasce   a madrugada
aperta os versos num abraço rouco
até que a noite fique esvaziada.

E enquanto das palavras   pouco a pouco
surge a forma perfeita ou agitada
no mundo morre um deus   ou nasce um louco.

EM - OBRA POÉTICA - JOSÉ CARLOS ARY DOS SANTOS - EDIÇÕES AVANTE

Sem comentários:

Enviar um comentário