Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 20 de março de 2015

Diogo de Silves - VÍTOR CINTRA

Diogo, foi teu nome de cristão,
De Silves, pela terra onde nasceste.
O mar foi a ciência que aprendeste,
A barca, teu destino e ganha-pão.

Se a terra dos atlantes se perdeu
Nas brumas dum passado tenebroso,
Embora por acaso auspicioso,
O mérito de achá-la ficou teu.

Perderam-se no tempo essas memórias,
Que contam como foram descobertas
As ilhas dos Açor's então desertas;

Mas contam os relatos, que há na História,
Que de regresso à Pátria, certo dia,
Surgiu-te, qual visão, Santa Maria.

EM - ROMEIROS DOS OCEANOS - VÍTOR CINTRA - LUA DE MARFIM

Sem comentários:

Enviar um comentário