Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Adagietto - DAVIS MOURÃO-FERREIRA

Fujo de mim   Atinjo-me adiante
nesta sombra enlaçada com a tua
nesta garra de fumo que se expande
mas que vai colocar-te na cintura

um cilício de cílios todo em sangue
uma teia de esperma toda espuma

Fujo de mim   Ou só do que me atinge
nesta sombra que nunca te abandona
neste banho de incandescente cinza
onde à noite mergulha a tua roupa

E é uma festa dos fins dos anos Vinte
E serve-se em redor leite de loba

EM - MATURA IDADE - DAVID MOURÃO-FERREIRA - ARCÁDIA

Sem comentários:

Enviar um comentário