Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 17 de novembro de 2013

A noite - TELMA ESTEVÃO

A noite despe-se,
quente e húmida para mim,
com ela vem o sopro do vento
e o cheiro do jasmim.

Vagueio sem rumo,
tendo como companhia,
a minha própria sombra
e as palavras do meu pensamento.

Procuro o vazio da noite,
o prazer mágico,
das viagens suspensas,
nas fantasias da imaginação.

Quase me perco,
nesse turbilhão de sensações,
não consigo parar,
não quero parar...
Com estas ideias vadias,
perdi a distinção,
entre o sonho e o sonhar.

EM - PALAVRAS - TELMA ESTEVÃO - LUA DE MARFIM

Sem comentários:

Enviar um comentário