Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 19 de outubro de 2013

A sorna lei do romance... - JOAQUIM MANUEL MAGALHÃES

A sorna da lei do romance, a falsidade,
ateava uma increpação.
O prosador não a atingia.
O indeciso capítulo do princípio
um pormenor coloquial.
Assume-o inibido, glicerina
no feudo de captura.
O franqueio do argumento
lima-lhe o rigor, a odre,
conduz a um alugado álibi.
adia premonição.

EM - TOLDO VERMELHO - JOAQUIM MANUEL MAGALHÃES - RELÓGIO D'ÁGUA

1 comentário:

  1. Um texto muito singular, de difícil interpretação.
    Grata.
    PARABÉNS

    ResponderEliminar