Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 16 de março de 2013

Alien - JOSÉ ALBERTO OLIVEIRA

Passados os anos de boémia e impiedade,
tenho de admitir que me convinha
ter alma ou, pelo menos, uma apólice
contra terceiros: a teimosia do corpo
e a insensatez do mundo, entre outros.
Pois tenho de admitir: não é por mim
que anoitece nos trópicos, não é por mim
que a glaciação se anuncia distante, nem por
mim Sigourney Weaver enfrenta a alegoria
cósmica e pegajosa do mal. Se fosse,
eu não precisava de um seguro, bastar-me-ia
a memória feliz dos meus erros.

EM - NADA TÃO IMPORTANTE, QUE NÃO POSSA SER DITO - JOSÉ ALBERTO OLIVEIRA - ASSÍRIO & ALVIM

1 comentário: