Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Era de manhã - LILI LARANJO

Era de manhã, manhã de Inverno...
Era de manhã, mas mesmo de Inverno...
O Sol irradiava por montes e vales
E enchia a planície de luz.

Aqui e ali o branco do orvalho da noite...
Orvalho com a forma de neve
Que o sol veio beijar e docemente...
Transformou em água e depois...
Com mais calor transformou em Amor.

Aqui o rodopiar e o baile da vida...
Da vida que hoje é melhor que foi ontem
Que amanhã poderá ainda ser melhor...
Mas que sabemos que será sempre o segredo da vida!

Esperamos que o tempo...
Seja o marco para que este segredo
Se desvende sem mistério e nos mostre
Que é apenas preciso dar tempo ao tempo!

EM - RETICÊNCIAS APENAS!... - LILI LARANJO - ED. AUTOR

1 comentário:

  1. A autora põe lado a lado o tempo físico da manhã com o estado sentimental sentido, este em crescendo.
    Bela abordagem . APRECIEI.

    ResponderEliminar