Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Olhos de poeta - EDSON INCOPTÉ


Vejo o mundo
Como um mar de rosas
E vejo mesmo!
Algumas pisadas
Outras com espinhos
Mas vejo!

Vejo em cada pessoa
Uma rosa diferente
Em cada rosa
Um beleza presente

Vejo sem receios
Porque vejo ao meu jeito
Vejo com olhos de poeta
Que até o sofrimento
O inspira para mais um momento

EM - INSANA REBELDIA - EDSON INCOPTÉ - TEMAS ORIGINAIS

1 comentário:

  1. Tem muito a ver com certos momentos da nossa vida, este apreciado poema. A percepção da realidade, e dos sentimentos tem uma dose de subjectividade. Há muito romantismo, mas é natural!..
    Agradeço.

    ResponderEliminar