Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 26 de agosto de 2012

Na água - PEDRO MEXIA

O reflexo da árvore.
Ninguém toca na sua margem.
Permanece. Realidade inteira.
Enquanto a árvore,
ardil dos sentidos,
se desfaz
quando alguém agita
a sua imagem.

EM - MENOS POR MENOS - PEDRO MEXIA - DOM QUIXOTE

Sem comentários:

Enviar um comentário