Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 10 de junho de 2012

Do passado só ficou - TELMA ESTEVÃO


A saudade de ti,
que guardo num recanto do meu corpo
e o teu retrato preso numa moldura,
preso no tempo,
dentro de uma gaveta
no meu quarto.

EM - PALAVRAS - TELMA ESTEVÃO - LUA DE MARFIM

1 comentário:

  1. Interpretando este poema, contrario a mensagem de Bocage: "Nas paixões a razão nos desampara"; estou forte/ racional e não cultivo o passadismo. Creio que é bem lúcida ,em todos os meandros que a poesia encerra.

    ResponderEliminar