Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 29 de maio de 2012

O meu mundo - EMANUEL LOMELINO


O meu mundo desmorona-se peça por peça
para além de mim, não há quem o impeça
eu não tenho vontade nenhuma de impedir
se tudo em volta ruir, ficam os escombros
aproveito e sacudo todo o peso dos ombros
não sobrará um grão de poeira por sacudir

Meu mundo desmorona-se neste momento
sinceramente eu digo que não o lamento
pouco do que tenho me poderá fazer falta
apenas quero guardar os livros de poesia
somente eles me deram motivos de alegria
e com eles quero poder regressar à ribalta

Meu mundo desmorona-se a cada instante
não tenho pena, não era nada de relevante
apenas uma vida que caminhava no vazio
vou começar tudo de novo, tudo do zero
ser egoísta e refazer as coisas como quero
reconstruindo de acordo com o meu feitio

EM - AMADOR DO VERSO - EMANUEL LOMELINO - TEMAS ORIGINAIS

2 comentários:

  1. Triste e lindos seus versosd Manu. Mas ésempre tempo de recomeçar. Abraços amigo.Parabéns pelo livro.

    ResponderEliminar
  2. Tanto pessimismo que demonstra ter com seu estado de ser; mude como pensa e afirma nos finais do seu Poema. É lindíssimo, porém tenha a força para mudar , são os meus votos.

    ResponderEliminar