Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Esconderijo - LUÍS FERREIRA

Existe um ponto,
Um espaço qualquer...
No centro do nada,
Onde espero que algo aconteça
Na fonte de pedra que o acolhe.
O rumor apaga o solitário momento
Banhando a praia deserta
Com a brisa exterior,
Que sopra e sopra
Colhendo a aurora do nascer.
O tempo foge dos seus braços
Tão nítido e vazio,
Bebido das lágrimas que rolam
Em caudais de prata
Tingindo a face nua.
Os pés já não temem os passos
As estradas gastas,
já não seguem a sua sombra
E os gestos apagam-se nos montes
Como os versos de um poema rasgado.
Existe um ponto...
E nele fico, esperando...

EM - ROSAS & ESPINHOS - LUÍS FERREIRA - TEMAS ORIGINAIS

Sem comentários:

Enviar um comentário