Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Uma prostituta - JORGE SOUSA BRAGA

Eram duas da tarde e já a
Tinha cheia   a vagina   confidenciava

Ela a uma amiga enquanto
Subiam a rua ladeada de

Hortênsias. E já o Ford cinzento
Se abeirava do passeio interrompen-

Do aquelas confidências

EM - A FERIDA ABERTA - JORGE SOUSA BRAGA - ASSÍRIO & ALVIM

Sem comentários:

Enviar um comentário