Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Sala provisória - INÊS LOURENÇO

Nunca se sabe
quando estamos num lugar
peça última vez. Numa casa
que vai ser demolida, numa sala
provisória que vai encerrar, num velho
café que mudará de ramo, como
página virada jamais reaberta, como
canção demasiado gasta, como
abraço tornado irrepetível, numa
porta a que não voltaremos.

EM - COISAS QUE NUNCA - INÊS LOURENÇO - &ETC

Sem comentários:

Enviar um comentário