Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Soneto de Eurydice - SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN


Eurydice perdida que no cheiro
E nas vozes do mar procura Orpheu:
Ausência que povoa terra e céu
E cobre de silêncio o mundo inteiro.

Assim bebi manhãs de nevoeiro
E deixei de estar viva e de ser eu
Em procura de um rosto que era o meu
O meu rosto secreto e verdadeiro.

Porém nem nas marés, nem na miragem
Eu te encontrei. Erguia-se somente
O rosto liso e puro da paisagem.

E devagar tornei-me transparente
Como morte nascida à tua imagem
E no mundo perdida esterilmente.

in...Cem sonetos portugueses - SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN - Terramar

Site da editora aqui

1 comentário:

  1. "Perguntar-se é uma maneira interessante de se
    descobrir como pessoa pois as perguntas são
    pontes que nos favorecem travessias."

    [Pe. Fábio de Melo]

    Bom Fds e beijos meus........M@ria

    ResponderEliminar