Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 30 de março de 2019

O bordel - VINÍCIUS GREGÓRIO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto Ecos do Nordeste neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link


Triste e pobre mulher que negocia
Os desejos carnais do ser humano.
Cada amor, um divã de hipocrisia.
Causa dó o teu modo tão mundano.

Sendo meta dos vates na poesia,
Que se inspiram com tanto desengano,
Eu, por vezes, também sonhei co’o dia
Que narrasse teu mundo tão profano.

Mas notei que o viver de teu cliente
É mais triste, porque pra esposa mente
E ao bordel vai suprir sua carência.

Beija, transa, sacia, comemora,
Paga bem, fecha a porta, vai embora...
E retorna a seu mundo de aparência.


EM - ECOS DO NORDESTE - ANTOLOGIA - IN-FINITA

Sem comentários:

Enviar um comentário