Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Um copo - FORTUNATA FIALHO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link

Um copo meio cheio repousa na mesa do café.
Uma mão trémula hesita em lhe pegar.
No rosto um sorriso doce e idiota aflora.
Os raios do sol incidem no líquido e iluminam o seu rosto.
O sol, aprisionado no copo, é seu e brilha como nunca.
Ninguém sabe mas ele é a pessoa mais feliz do mundo.
Possui o maior tesouro do mundo... vai ser pai.
A esposa telefonou e a novidade chegou... são gémeos!
Devia estar assustado... dois de uma só vez... felicidade
a dobrar...
Pelo rosto rola uma lágrima e cai no líquido que estremece.
Desiste... está feliz demais para beber.
Deposita o dinheiro na mesa e sai.
Precisa de ar, rir como um idiota, dançar e talvez gritar.
Gritar ao mundo que é feliz, que o mundo lhe pertence.
Vai ser pai... vai ser pai...
E o copo? O copo continua meio cheio numa mesa
de café.

EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS III - ANTOLOGIA - IN-FINITA

Sem comentários:

Enviar um comentário