Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 27 de janeiro de 2019

Testamento poético - INEZ OLUDÉ DA SILVA

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto Ecos do Nordeste neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link


Não deixo nada neste mundo
Nem pra você, nem pra ninguém
Aos que amei, desejo que se vão primeiro
Pra ter saudade de alguém
Aos que não amei, nem saudade
Nem lembrança,s pois ninguém merece
Sentir a falta de um inacabado bem

Mas se eu for antes para os amigos
Deixo a poesia, sem  teréns nem vinténs
Mas, uma bela vida. Amém

Para os inimigos e rivais
Deixo com muito prazer
As dívidas, as dúvidas 
As mentiras, as maldades
E tudo o que deixei de fazer
Por neles acreditar o resto fica comigo

Enfim só, direi. Rirei feliz, em paz
Contente do que não fui.
Tudo isso pra dizer
Que não sou de morrer triste
Nem de chorar por ninguém
Que não mereça o meu bem


EM - ECOS DO NORDESTE - ANTOLOGIA - IN-FINITA

Sem comentários:

Enviar um comentário