Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 27 de novembro de 2018

A esfinge Maria Madalena - MANOEL DIAS DA FONSECA NETO

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO AUTOR

A vida de Maria Madalena
Expressa uma odisseia invertida.
Em vez de louvação, fez-se a intriga,
O ódio rancoroso e ofensa plena.

Nomeada possessa e pecadora,
Até adúltera quase apedrejada,
Mas de Jesus foi a discípula amada,
A confidente atenta e encantadora.

Sua esfinge precisa ser decifrada,
Libertada de cruel misoginia.
Cheia de graça e plena de alegria
Sorveu, de Cristo, a lição sagrada.

"Os que têm fome e sede de justiça
Encontrarão um Pai acolhedor".
Ouviu, serena, a pregação do amor,
Da generosidade mais castiça.

Na poética do Novo Testamento,
O legado do Cristo ressurrecto
Em madalena encontrou o repto:
Viver e semear seu ensinamento.

EM - MADALENA E O SAGRADO FEMININO - MANOEL DIAS DA FONSECA NETO - EXPRESSÃO GRÁFICA E EDITORA LDA

1 comentário:

  1. Não me sujeito a comentar figuras históricas cujos dados não são fiéis. O Novo Testamento não usa ironia. O sagrado será a Mãe de Jesus - Maria,
    em todas as religiões cristãs.

    ResponderEliminar