Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sábado, 9 de junho de 2018

Volta - LÍGIA SÁVIO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link
Conheçam a IN-FINITA neste link

No dia que eu vim m’embora
achei um vidrinho de perfume no ônibus
que eu fui usando devagarinho,
poupando.
Enquanto durasse o perfume,
havia a esperança de voltar,
mesmo que tivessem se despedido de mim com um certo alívio.
Eu sei, eu não era cordata,
pensava diferente
e fui me tornando incômoda.
Não correspondi ao que se imaginava
e só me restava voltar..
Arrumei a mochila
cheia de sentimentos esfarrapados
e me despacharam no terminal dos objetos perdidos.
O perfume foi minguando,
o que existia foi desaparecendo
e fui procurar meus companheiros de entulho.

Nunca mais voltei.

EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

2 comentários:

  1. A sua presença não agradava, por certo. Não regressou ao convívio dos amigos, a AMIZADE FOI-SE DESGASTANDO ,simbolizada pelo perfume...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre grato pelas visitas comentadas...

      Eliminar