Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

segunda-feira, 18 de junho de 2018

O ruído da ponte - M. P. BONDE

LIVRO GENTILMENTE CEDIDO PELO AUTOR
Saibam do autor neste link

O ruído da ponte parece apaziguar as águas do mar. Sua voz quase nefasta expele torpedos de fonemas ausentes na lógica náutica. E os barcos levados à vela pelo nó da baía, onde navega a magia, cantarolam nas paisagens rústicas da ilha distante. Querias ser tu esse ruído medonho, esse estalo diferente na forja da palavra vida. Aqui onde as mensagens chegam descontínuas, onde o cheiro a sargaços é a música quotidiana dos pescadores e o perigo a única festa do seu destino atroz.

EM - ENSAIOS POÉTICOS - M. P. BONDE - CAVALO DO MAR 

1 comentário:

  1. Uma apreciação pessoal de certa parte da ilha, com certo ruído e toda a magia da vida de pescador. Transporta o ruído para alguém, devendo ser o seu amante. Interessante...

    ResponderEliminar