Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Debulha cerzida - MARIA CRISTINA ESTROMPA


LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR ADRIANA MAYRINCK

Encaracola a mecha de cabelo loiro
e o indicador sente-a suave

De soslaio fita a linha do horizonte
regressa depois à leitura do romance
embrenha-se no enredo e cisma que é
personagem principal, fogosa, apaixonada

As páginas rendidas à sua avidez
tombam uma a uma
sem lamúrias ou rispidez
como debulha cerzida
entre ventos e tempestades
que em nada a demovem
mesmo perdida

Afoita-se a cachopa numa empreitada
fica-lhe a mente quebrada
carregada de emoção
o nó que se lhe aperta
no coração
desperta as estações em que refeita
pegou nos cacos
ergueu serras e montanhas
afagando de novo o cabelo.

EM - VOZES IMPRESSAS - ANTOLOGIA - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

1 comentário:

  1. Alguém que quer fazer poesia ou qualquer enredo, sendo a pessoa principal.
    Sente nervosismo...

    ResponderEliminar