Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Tear das cinzas - JOSÉ GALVÃO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link

Conheçam a IN-FINITA neste link


Levitei em estado etéreo,
Diante dos lábios
Da boca que beijei.

No tear das cinzas,
Plantei uma flor...
Saberás que é tua!

Nada mais sei, senão,
Da longa espera que findou
Em tarde de noite escura.

No portal do pranto,
As migalhas, o espanto...
O sobejo da ternura.

Guardarei como sobras,
Um pouco desse encanto
Sem receios d’Amargura

No tear das cinzas,
Plantei uma flor...
Saberás que é tua!


EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

1 comentário:

  1. Um poema para a amada com certa dose de desolação e tristeza. Apreciei mas entristeci.

    ResponderEliminar