Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quinta-feira, 17 de maio de 2018

O alvará de dona Lídia - JACINTO TERTO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR IN-FINITA
Saibam mais do projecto conexões neste link

Conheçam a IN-FINITA neste link


Meritíssimo doutor Maurício
Permita-me externar-lhe o apreço
Probidade, retidão... O que conheço;
Deferência ao que é justo, e de início...

O que me aflige é a demência
Que emperra o vagão da celeridade,
A morosa investigação da verdade,
Paulatinas e possíveis audiências

Sei da labuta e do assoberbamento
Mas o meandro me espanta...
Para emissão de alvará, demora tanta,
Motiva meu desalento...

E se nos autos, doutor, não há perfídia,
Atenue a dor do lasso peito,
Peço-lhe com todo o respeito...
Libere o alvará de dona Lídia!


EM - CONEXÕES ATLÂNTICAS - ANTOLOGIA - IN-FINITA

Sem comentários:

Enviar um comentário