Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Acorda povo - CLÁUDIO AMÍLCAR CARNEIRO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR CHIADO EDITORA
Saibam sobre o autor neste link
Saibam sobre o livro neste link
Conheçam a editora neste link

Acorda do torpor, acorda, ó Povo pária,
Levanta-te daí, andar, toca a fugir,
Nem sempre a hora é boa e convida a dormir,
A matilha chegou, alastra em toda a área.

Maldita seja a seita hedionda e partidária,
Que come do melhor e bebe até cair,
E mais a descendência, mais a que há-de vir
E sempre à nossa custa, a torpe salafrária.

E seja ele quem for, mendigo e sem abrigo,
Rouba sem compaixão, assim como vos digo,
O precário salário, a mísera pensão.

Para levar por diante a eterna roubalheira,
Exibe a mesma farsa antiga e costumeira
- O ambíguo documento, o alvará na mão.

EM - O DESPERTAR DA ALMA PORTUGUESA IN SONETOS- CLÁUDIO AMÍLCAR CARNEIRO - CHIADO EDITORA

Sem comentários:

Enviar um comentário