Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Cravo rubro - PINHO NENO

LIVRO GENTILMENTE OFERECIDO POR EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA
Saibam mais do autor neste link
Saibam mais do livro neste link
Conheçam a editora neste link

Sem algemas, com grande exuberância,
O Povo solta gritos de alegria...
Surgiu no firmamento novo dia,
Há cravos na cidade em abundância...

É bonita a florzinha, tem fragância,
Arrasta a multidão em euforia...
Por ela sinto alguma simpatia,
De pô-la ao peito tenho relutância...

O cravo rubro tem a cor do sangue
De Pátria que agoniza, exausta, exangue,
Pós rematado golpe de traição...

O cravo rubro posto no fuzil
Não é de amor promessa em mês de Abril,
Mas lágrima que cai sobre o caixão.

EM - CHÃO PORTUGUÊS - PINHO NENO - EDIÇÕES VIEIRA DA SILVA

Sem comentários:

Enviar um comentário