Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quinta-feira, 7 de abril de 2016

A solidão... * - RUI ALMEIDA

A solidão como um sentido,
Regra sabida antes
De qualquer possibilidade
De memória. Continua

A ser o vício do sopro
Para dentro, só para dentro,
Mantendo a falta
De força para ir

Até ao caminho que começa.
Como uma construção
Sem arte, a dormência

Sustenta lapsos, quebras,
O pó entranhado
E a silhueta de um rosto.

EM - A SOLIDÃO COMO UM SENTIDO/DESESPERO - RUI ALMEIDA - LUA DE MARFIM

Sem comentários:

Enviar um comentário