Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 13 de março de 2016

Serenidade - ANTÓNIO BOTTO

Tanto amor, tanta paixão,
Para cairmos neste abandono banal!

Quis que fosses diferente,
Aureolei-te de luz,
Sofri públicas injúrias,
E não te modifiquei!...

Mas, a culpa, só é minha:
- Antes de tu me beijares
Já sabia o que hoje sei.

EM - CANÇÕES E OUTROS POEMAS - ANTÓNIO BOTTO - EDIÇÕES QUASI

Sem comentários:

Enviar um comentário