Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Lembrando: João de Deus - VÍTOR CINTRA

Se, as muitas gerações que a folhearam,
Dissessem que a «Cartilha Maternal»
Não foi o melhor livro em que estudaram,
Seria analfabeto Portugal.

poeta, de lirismo incomparável,
Dos muitos que Coimbra sempre ouviu,
Boémio, companheiro sempre afável,
Até mesmo a estudar se distinguiu.

Talvez, por ser de origem muito pobre,
Aonde não se via mais saída
Senão ser serviçal por toda a vida,

Tornou-se o seu trabalho 'inda mais nobre,
Ao dar, numa atitude coerente,
um modo de aprender, a toda a gente.

EM - NAS MARGENS DO ESQUECIMENTO - VÍTOR CINTRA - LUA DE MARFIM

Sem comentários:

Enviar um comentário