Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Gente louca - VÍTOR CINTRA

As barcas, açoitadas pelas vagas,
Dançando, na deriva, já sem pano,
Co'os homens, ora em preces, ora em pragas,
Desafiando ainda o oceano.

O mar se encapelou, lançando alto
Rugidos tão horrendos, tão profanos,
Que os homens - corações em sobressalto -
Sentiam-se minúsculos humanos.

E ouviu-se, em voz potente, cava, rouca:
- "Que vindes procurar, ó gente louca?
Por quem vos arriscais a ir ao fundo?"

Responde o timoneiro: - "A gente é pouca,
Mas vamos descobrir o fim do mundo,
Que assim nos manda Dom João Segundo!"

EM - ROMEIROS DOS OCEANOS - VÍTOR CINTRA - LUA DE MARFIM

Sem comentários:

Enviar um comentário