Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Ergueu-se - MARIA GOMES

Levanto da palavra, que me ecoa!
E faz a mossa com mais história
Em dia d'alucinação, ou glória,
Onde na voz dum poeta que entoa.

E com palavras mudas não se doa
E com lutas vãs, não há vitória,
Que perdure na nossa memória
E no tempo sadio que não perdoa.

Repara, deslumbra tudo que vem,
A ganhar mais tempo na batalha
Oscilam os astros c'a vida tem.

Coitado de quem tanto trabalha
Anda na calha na garra de quem,
Ergue sem esforços, a sua muralha.

EM - UNIVERSO DAS PALAVRAS - COLECTÂNEA - SINAPIS

Sem comentários:

Enviar um comentário