Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Vilar Maior - VÍTOR CINTRA

Por ser a posição mais dominante
Do vale aonde corre o Casarão,
Além de permitir ver lá distante,
Há muito que os humanos aí estão.

Primeiro foste castro lusitano,
Que Roma conquistou co'a legião,
Depois foste castelo muçulmano
Até à Reconquista, por Leão.

Só quando Dom Dinis, em Alcanizes,
Fronteira definiu para a nação
Chegou, por fim, a paz à região.

Em ti, Vilar Maior, as cicatrizes
De fogo, saque e de devastação,
São mimos, que te deu Napoleão.

EM - NO CREPÚSCULO DAS AMEIAS - VÍTOR CINTRA - LUA DE MARFIM

Sem comentários:

Enviar um comentário