Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Terena - VÍTOR CINTRA

Em terras do senhor do Endovélico,
Impões-te, na colina dominante.
Embora construído com fim bélico,
Manténs simplicidade impressionante.

Olhando, lá do alto, o Guadiana,
Com Elvas, Juromenha, Alandroal,
Mourão e Monsaraz, a arraiana
Defesa, constituis, de Portugal.

Reinando Dom Afonso, o "Bolonhês",
Dispôs que o território português
Viesse a governar-se por igual.

E o régio-cavaleiro Gil Martins,
Terena, demarcando-te os confins,
Te deu, por isso, Carta de Foral.

EM - NO CREPÚSCULO DAS AMEIAS - VÍTOR CINTRA - LUA DE MARFIM

Sem comentários:

Enviar um comentário