Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Poema posto em saudade - NATÁLIA CORREIA

Em ilha verde e anilada
Por farturas de pastel,
Deu a criação morada
Ao Arcanjo São Miguel.

Que lânguida maravilha
De terra no mar deitada
Quando a luz enlaça a Ilha
Pela cintura delicada!

Matas silentes e lúcidas
Do bosque primordial.
Paz de pastos e poentes,
carmins que purpuram o mar.

Ponta Delgada brunida,
Engomadas ruas brancas.
No basalto endurecida,
Amável nas águas francas.

E, enfim, por rampas de vinhas,
Em Vila Franca do Céu
Místicas rochas marinhas
Em frente, um frade: O Ilhéu.

EM - POESIA COMPLETA - NATÁLIA CORREIA - DOM QUIXOTE


1 comentário: