Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quarta-feira, 20 de março de 2013

António Vieira - FERNANDO PESSOA

O céu strela o azul e tem grandeza.
Este, que teve a fama e a glória tem,
Imperador da língua portuguesa,
Foi-nos um céu também.

No imenso espaço seu de meditar,
Constelado de forma e de visão,
Surge, prenúncio claro do luar,
El-Rei D. Sebastião.

Mas não, não é luar: é luz do etéreo,
É um dia; e, no céu amplo de desejo,
A madrugada irreal do Quinto Império
Doira as margens do Tejo.

EM - MENSAGEM - FERNANDO PESSOA - ASSÍRIO & ALVIM

1 comentário:

  1. Nãpo sei como começar: sei que o Pe António Vieira está ligado à corte de D.João IV, aos índios Tupi e Guarani, na luta pela sua liberdade e no exercício da sua evangelizaçãO.
    DARIA UMA AULA DE HSTÓRIA,SE ESTIVESSE EM ACTIVIDADE.
    A MENSAGEM SERIA UM PONTO DE PARTIDA.
    AGRADEÇO.

    ResponderEliminar