Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

incêndio - AL BERTO


se conseguires entrar em casa e
alguém estiver em fogo na tua cama
e a sombra duma cidade surgir na cera do soalho
e do tecto cair uma chuva brilhante
contínua e miudinha - não te assustes

são os teus antepassados que por um momento
se levantaram da inércia dos séculos e vêm
visitar-te

diz-lhes que vives junto ao mar onde
zarpam navios carregados com medos
do fim do mundo - diz-lhes que se consumiu
a morada de uma vida inteira e pede-lhes
para murmurarem uma última canção para os olhos
e adormece sem lágrimas - com eles no chão

EM - HORTO DE INCÊNDIO - AL BERTO - ASSÍRIO & ALVIM

1 comentário:

  1. Deixem -me viver com os vivos!
    O que li ,trata-se de um cenário de guerra ou fruto de calamidade natural!
    Neste começo de 2013 desejo a todo o elenco do "Toca a Escrever" muitas venturas.

    ResponderEliminar