Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 2 de setembro de 2012

Medida - MIGUEL TORGA

Jogo contra o destino.
Cada minuto, cada desafio.
Livre neste baldio
Da liberdade humana,
Arrisco a consciência dos meus actos
Na roleta da sorte.
O triunfo e a derrota não me importam.
Nenhum triunfo vale o sol que o doira,
E nenhuma derrota o é na morte
Que temos certa.
Quero apenas fazer a descoberta
Do que posso e não posso
Sem poder nada.
Aprendo a conhecer o meu tamanho
Pela maneira como perco ou ganho.

EM - POESIA COMPLETA VOL. II - MIGUEL TORGA - DOM QUIXOTE

Sem comentários:

Enviar um comentário