Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Meditação... - CECÍLIA VILAS BOAS


Saí para encontrar paz de espírito
no espaço recatado da natureza.

Em silêncio e longe do mundo
no verde esperança, entre densa vegetação
apoiei minhas mãos trémulas e combalidas
no varandim do Amor infinito
desinteressado e presente
Amor de Deus.

Precisava sentir a Sua mão amiga
encontrar quietude e conforto
num lugar de culto perfumado pela essência natural
onde minha alma respirasse profundamente.

Nesta modesta cumplicidade interior
em perfeita comunhão com o Divino
fechei os olhos
elevei o pensamento
e Meditei.

EM - ÂMBAR E MEL - CECÍLIA VILAS BOAS - CHIADO

2 comentários:

  1. Só neste momento é que dei comigo a relacionar este conteúdo poético com a minha estada por terras do Alto Alentejo. Não foi uma abordagem de meditação, foi mais um abrir de olhos para a realidade de que me ia cercando e as conclusões iam fluindo,com peso e medida. Terras lindas para se visitar e na minha idade o isolamento não me era saudável. Gostei de descansar por lá, nos poucos dias...

    ResponderEliminar