Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

terça-feira, 6 de março de 2012

Lar doce lar - LUÍS FERREIRA

Erguemos os dois a casa,
Entre todos os mimos e todos os beijos
Eu morri em teus braços,
Enquanto tu morreste nos meus versos.
Os lábios semearam flores
Que pigmentaram de vermelho o jardim,
O teu corpo perfumou o átrio,
Dando calor aos poemas que escrevi.
No cetim dos teus cabelos,
Demos vida à morada...
Enlouquecemos entre os dedos,
Pintando o nosso nome nas paredes,
Que encheram todo o espaço.
Abraçados construímos as manhãs,
Como se o tempo fosse nosso,
Folheando as páginas na tua doce pele
Na sensibilidade dos livros que escrevi.
A paixão acendeu os candeeiros
Entre juras eternas e palavras ditas
Forjando a ouro as alianças,
Neste herança das nossas vidas.

EM - ROSAS & ESPINHOS - LUÍS FERREIRA - TEMAS ORIGINAIS

Sem comentários:

Enviar um comentário