Este blogue pretende ser uma montra de poemas e poetas de língua portuguesa.
NESTE MOMENTO O TOCA A ESCREVER É PATROCINADO POR ALGUMAS EDITORAS E AUTORES QUE OFERECEM LIVROS DE POESIA.

domingo, 25 de março de 2012

Lágrimas azuis - MANUEL ALEGRE

Fecha os teus olhos que me fazem mal.
Que por vê-los me nasce aquela mágoa
feita de sal e mar que não é água
senão a dor azul de Portugal.

Que por vê-los as pérolas de sal
dos teus olhos são lágrimas que provo
que por vê-los eu vi chorar meu povo
as lágrimas azuis de Portugal.

Fecha os teus olhos que em Paris não cabe
todo o luar que tem essa tristeza
que nos teus olhos voa e não é ave

nem vento ou flor. Só lágrimas de sal.
Que são frutos da terra portuguesa
teus olhos: lágrimas de Portugal.

EM - POESIA I - MANUEL ALEGRE - DOM QUIXOTE

Sem comentários:

Enviar um comentário